Como falar inglês: série gratuita

By Ana Luiza | Lições de Inglês

Nov 10
Como falar inglês série gratuita
Print Friendly, PDF & Email

Eu queria falar pra vocês de algo bem especial que eu preparei – é a série de lições Como falar inglês: as dicas essenciais que a sua escola esqueceu de te dar.

Quando eu fiz a pesquisa com os leitores em julho, eu descobri várias coisas interessantes sobre vocês… Mas na hora de dizer qual era a maior dificuldade relacionada ao inglês, uma coisa ficou muito à frente de todo o resto. Eu não consigo guardar as palavras. Eu estudo, estudo, e na hora de falar não sai. Eu não consigo usar a gramática corretamente na hora de falar. Eu faço inglês há X anos e ainda não falo direito. E por ai foi.

No fundo, eu já sabia que ia dar isso – todo professor que já dá aula há um tempo sabe. Dificuldade para falar. Enquanto que falar por si só é algo que pode ser complicado até em português (quando a gente tem que dar uma apresentação por exemplo), HÁ certas coisas que sem sombra de dúvida fazem a diferença entre ter progresso na fluência, e passar a vida toda gaguejando e tentando memorizar frases e tentando repetir o que a gente memorizou.

Pessoal, eles não ensinam isso na escola – nem na escola de professor (também conhecida como Faculdade de Letras).

Isso é coisa que a gente vê com o tempo, na hora em que percebe que uma aula mais ou menos tradicional (gramática/exercício/ouve o diálogo 2X/pratica o diálogo/vamos pra próxima unidade) não resulta no que a maioria dos alunos realmente quer: FALAR com naturalidade crescente.

Coincidência ou não, há um tempo eu cheguei nesse ponto de frustração com as aulas e eu não sabia direito o que fazer (eu comecei a passar os novos alunos que me procuravam para outro professor). Não lembro bem quando isso começou a mudar, mas juntando coisas que eu encontrava aqui e ali, estudos práticos de Linguística que eu lia na Internet, testemunhos de outros professores, mais a minha intuição, experiência, e a experiência de alunos que resolveram abraçar essa prática, as coisas foram mudando.

Nessa série de lições, eu passo para vocês o que eu tenho de melhor na hora de guiar alguém no progresso da fluência. Alunos, professores, simpatizantes: eu recomendo a todos que dêem uma olhada, e convido vocês a testar o que apresento nessas lições e chegar às suas próprias conclusões. É isso que eu faço (faz 9 anos que voltei dos EUA), e é isso que os meus melhores alunos – aqueles que estão progredindo na fala – fazem.


Acesse a série Como Falar Inglês: As Dicas Essenciais

Follow

About the Author

Ana Luiza criou um blog de dicas de inglês em 2006, e depois de muito pesquisar o que faz alguém ganhar fluência numa segunda língua, criou seu primeiro curso de inglês em 2009.

  • Giovanna says:

    Eu adoraria falar inglês

  • Ana Luiza says:

    Patricia – me mande um email – tenho um curso para Iniciantes (é pago, porém barato)

  • Boa tarde? preciso muittto aprender ingles , vou fazer o enem 2010, mais n sei por onde começar a estudar??? alguem pode me ajudar??????? obrigda

  • Ana Luiza says:

    Curso para iniciantes está para abrir inscrições, Elizeu.. Veja a barra lateral!

  • elizeu says:

    gostaria de aprender alguma coisa em ingles. se puder me ajudar, ficarei muito grato.obrigado!

  • Ana Luiza says:

    Sim, é verdade… Vou tentar providenciar o follow-up dos comentários, seria bem legal ter isso.

  • Osvaldo Junior says:

    Oi de novo!
    Tenho uma dica para seu site Ana.
    Eu voltei aqui nesta página porque salvei a página no meu pen drive.
    Seria mais prático se, ao responder um comentário, um aviso chegasse no e-mail da pessoa. Assim os internautas não precisam ficar lembrando e procurando a página.

  • Ana Luiza says:

    Oi Osvaldo, isso me diz q seu prof sabe como funciona (ouvir). Quanto a velocidade, talvez seja a mesma com q diferente brasileiros aprendem portugues?

    Recebi seu mail, assim q puder respondo!

  • Osvaldo Junior says:

    Segundo meu atual professor de inglês, a questão do problema que você estudou é a seguinte: “Nós falamos português porque ouvimos português.” Os americanos falam inglês porque ouvem inglês. O segredo está na audição. Nós não ouvimos o inglês o tempo todo como ouvimos o português. Por isso é essencial procurar estar sempre ouvindo alguma coisa em inglês. Já a velocidade com que cada pessoa consegue aproveitar aquilo que ouve é outra questão.

  • Ana Luiza says:

    Hi jan – great! Enjoy the lessons.

  • jan belle says:

    Ithink it is amazing this e-course.
    Thanks.

  • >