Pronúncia de inglês: palavras com SCHWA

By Ana Luiza | Dicas de Pronúncia Inglesa

Jan 20
Pronúncia de inglês palavras com SCHWA
Print Friendly, PDF & Email

Hi, everyone!

A dica de pronúncia de inglês de hoje é sobre o schwa, um som que “pega” muita gente. A razão disso é que esse sonzinho não é muito intuitivo para nós brasileiros. Olha só:

Você já ouviu alguém (ou você mesmo) pronunciar essas palavras assim?

[1] problEm, famIly, Above

 

Essa é uma característica comum da pronúncia de brasileiros que começaram a aprender há pouco tempo ou que ainda não tiveram muita exposição à língua falada, ou não tiveram tempo de reparar na pronúncia de inglês correta. Do que eu estou falando? De como a gente aqui tem tendência a pronunciar as vogais E em problem, I em family  e A em above.

Ouça o jeito incorreto novamente:

[2] problEm, famIly, Above

 

E agora o correto:

[3] problem, family, above

 

Deu pra perceber a diferença entre as duas versões? As vogais E, I e A na versão correta são bem mais breves e com bem menos ênfase, não? A nossa tendência de pronunciar as vogais nessas palavras com o som “inteiro”, vamos dizer assim, provavelmente decorre do fato de que no português a gente faz exatamente isso com vogal nessa posição.

Vamos tomar como exemplo as palavras correspondentes na nossa língua:

problEma, famÍlia, Acima

E, I e A são beeeem pronunciados aí. Já a vogal no fim destas três palavras do português muitas vezes é breve e sem ênfase, apesar de isso não ser regra. Certas pessoas, ou regiões inteiras do Brasil, pronunciam esse A lá no fim de forma inteira também. Eu, pessoalmente, não costumo dar muita ênfase ao A no fim de família ou ao O de cavalo, por exemplo.

Esse sonzinho de vogal, breve e sem ênfase, acontece no português só quando as vogais estão lá no fim. No inglês, ao contrário, ele pode acontecer em qualquer lugar da palavra: no início, na primeira sílaba, na segunda, na última… É o caso de family e problem, onde esse sonzinho está no meio da palavra, e about, onde ele está no início.

Dá pra entender porque nós brasileiros temos tendência a pronunciar o I, o E e o A com ênfase nesses casos, não?

 

A pronúncia em inglês do “Schwa”

pronúncia de inglês: palavras com schwa

O “schwa” é famoso pra quem já fez aula ou pra quem se interessa pela teoria por trás da pronúncia inglesa. Apenas pra te passar uma referência, o nome desse sonzinho é schwa, ele é o som de vogal mais comum da língua inglesa, nunca é stressed (nunca é a sílaba tônica) e o símbolo dele é esse aí ao lado.

Lá no fim da dica eu passo alguns links para quem quiser saber mais sobre o schwa.  Mas, para aqueles cujo objetivo maior é se comunicar verbalmente, é bem menos importante saber a teoria, e bem mais importante passar a perceber quando as palavras tem esse sonzinho.

Eu noto que as pessoas que estão dizendo famIly, problEm e Above,  por exemplo, da maneira incorreta, estão com leitura demais e listening de menos para essas palavras (e provavelmente outras). É claro que se nós brasileiros nos basearmos na escrita delas, vamos pronunciar as vogais ali do jeito “inteiro”, né? Quando não tivemos input de áudio o suficiente pra pegar o jeito certo, a gente dá uma aportuguesada na palavra em inglês e manda ver.

Com as crianças nativas de países de língua inglesa acontece o contrário, segundo a autora Roberta Heembrok: elas aprendem a falar antes de escrever, e quando são alfabetizadas muitas vezes ignoram as vogais schwa na hora de botar palavras no papel: em vez de chocolate, escrevem “choclat” (o O é schwa e praticamente não aparece quando essa palavra é falada); e escrevem “memry” em vez de memory. Faz sentido… elas não tiveram tempo ainda de ver essas palavras escritas o suficiente pra absorver suas grafias.

Então, pessoal…Vamos ao que interessa?

 

Exemplos: pronúncia de palavras do inglês com Schwa

Se isso é novo para você, repare agora nessas palavras e comece a perceber, quando ouvir inglês (e se você não está ouvindo inglês o suficiente ainda, sempre é hora de começar essa atividade essencial), as palavras com aquele sonzinho de vogal super breve.

Vou dizer cada sentença duas vezes: a primeira com a pronúncia aportuguesada, e a segunda com a correta. As palavras onde ocorre o schwa estão em maiúscula, com a vogal em questão em minúscula. O objetivo aqui é facilitar a sua percepção das diferenças:

[4] {the, a, family, animals} THe story’s about a FAMiLY and their ANIMaLS.

[5] {banana, favorite} BaNANa is my FAVoRITE fruit.

[6] {above, the, water, of, a}  ”aBOVE THe WATeR” is a movie title and it is also THe title oF a song.

[7] {a, about, woman} This is a story aBOUT a man and a WOMaN.

[8] {a, dozen, oven } There are a DOZeN cupcakes in THe OVeN.

[9] {Anna, the, president, a, company} ANNa is THe PRESIDeNT oF a large COMPaNY.

[10] {a, problem, never, pleasant} a PROBLeM is NEVeR a PLEASaNT thing.

[11] {person, among, to, travel} There is one PERSoN aMONG us who doesn’t like To TRAVeL.

[12] {a, about, dinosaurs, again} There’s a new movie aBOUT DINoSAURS… aGAIN.

[13] {history, about, the, famous} If you study HISToRY, you’ll learn aBOUT THe lives oF many FAMouS people.

 

Deu para perceber um pouco mais as diferenças entre as nossas vogais aportuguesadas e o “schwa”? 

Notas:

Pode haver divergências a respeito do que é schwa ou não em muitas palavras inglesas. O Free Dictionary mostra, para diversos casos, mais de uma versão de representação fonética da mesma palavra (exemplo: “president”). Em outros casos, como no do artigo indefinido A e a preposição TO, a palavra tem som schwa apenas quando é unstressed (como mostrado nos exemplos acima). E ainda em outros casos, tem um sonzinho na palavra que parece o schwa,  mas o dicionário diz que não é. A não ser que você vá prestar um exame onde tenha que saber o que é cada fonema, recomendo não se prender muito a esse nível de detalhe.

Créditos: Usei uma citação da autora Roberta Heembrock, Why Kids Can’t Spell: A Practical Guide to the Missing Component in Language Proficiency. Rowman & Littlefield, 2008).

Follow

About the Author

Ana Luiza criou um blog de dicas de inglês em 2006, e depois de muito pesquisar o que faz alguém ganhar fluência numa segunda língua, criou seu primeiro curso de inglês em 2009.

  • Sílvia G. C. Gomes de Oliveira says:

    Olá Ana Luíza,
    Adorei a comparação entre as frases.
    Sou professora e gostaria de fazer download do áudio. É possível? Nem sempre consigo usar a internet onde trabalho.
    Parabéns pelo post.

  • Elaine says:

    Parabéns pelo app, muito bom mesmo.
    Como posso baixar o áudio da matéria acima?

  • Mateus says:

    Olá, Ana. Conheci seu site por meio do English Experts Podcast, e estou achando ótimo o material. Obrigado pelo seu trabalho. Em breve estarei escutando os podcasts do Inglês Online também.

  • JOSIAS says:

    EU GOSTEI,É MUITO INTERESANTE. TENHO APRENDIDO BASTANTE.

  • Daniel says:

    Olá Marcelo. gostei do site, várias dicas úteis e tudo mais, mas eu gostaria que você me ajudasse sobre o som “ae” da pronúncia de Cat /kaet/. algumas pessoas já me explicaram o som, porem houve uma divergência na opinião de cada uma, então eu gostaria da opinião de um expert, porque ser autodidata não é nada fácil.

  • Osvaldo says:

    Curti muito a dica sobre SCHWA! O jeito como crianças americanas escrevem antes de conhecer a grafia certa até ajuda a gente a perceber o jeito certo de falar. Pelo jeito parece q seria uma boa ideia a gente ter no dicionário a escrita como elas falam né rss Ah sim, eu tõ brincando, mas me pareceu mais fácil do que aprender os símbolos fonéticos…

  • Marcos D. P. Rocha says:

    Eu sempre fui e sou fascinado pela fonética inglesa, especialmente o SCHWA. Eu particularmente o uso em quase todas as palavras (quando a mesma concorda com esse som) em inglês. Aproveitando a ocasião Ana, gostaria de lhe perguntar se posso pronunciar a última vogal de “relationship, friendship” as a a SCHWA instead of a “IH” sound as the dictionaries shows? I interchange both “SCHWA” and “IH” sounds at the end of theses words, but they sound the same for me because of their unstressing. However, when I interchange both sounds at the word “Nashville”, they sound different and awkward if I pronounce it with the “SCHWA” like “nash-vuhl” instead of “nash-vil”. I mean, I don’t know why we can use the “SCHWA” in most unstressed syllables and not in such ones like that. In fact we can, but we wouldn’t sound natural or like a native would do. I hope you got my point.

    Thanks in advance! :D

  • Correia Epalanga Kachambalele says:

    Ola Ana! Gostei muito dos seus pods e continuo a gostar!

  • vania says:

    Oi Ana, tudo bem ?

    Adorei o post sobre pronuncia !!! poderia virar uma série .. rssss q tal ?
    E o curso Ingles online para intermediário, quando vai sair ???

    Abraços,
    Vânia

    • Ana Luiza says:

      Oi, dear :)
      Vai sair a continuação (intermediário), mas infelizmente não posso te dar data ainda.
      Obrigada pela outra ideia- é algo que quero fazer, sim.
      Bjao

  • Giselle Souza says:

    Hi Ana, nossa adoro seus pods são de muita ajuda.Confesso que dei uma parada por causa do meu trabalho,mais agora vou me dedicar ao máximo.bjuus.

    • Ana Luiza says:

      Isso aí, Gi. Vale a pena e quando mais vc aprende, mais vc pega gosto pela coisa !!

  • Wallace Rodrigo says:

    Ana, parabéns pelo post. Também, como alguns colegas acima, tinha dificuldade de entender o que era o tal do schwa e, na verdade, é uma coisa tão simples que sabemos, mas passamos desapercebido. Como o Demetrius falou, você conseguiu esclarecer muitas dúvidas no que tange ao seu uso e ao seu significado e deixá-lo bem simples de identificá-lo.

    Parabéns pelo post e continue nos ajudando como sempre.

    • Ana Luiza says:

      Joia, Wallace. Que legal, pois esse som é muito comum e conseguir identificá-lo pode ser bem útil.

  • Demetrius says:

    Olá, Ana!

    Já tinha lido brevemente, algumas vezes, sobre o schwa, mas nunca tinha entendo exatamente o que era. Mas, seu post realmente me abriu a mente e consegui entender. Fiquei me perguntando: “Como era algo tão simples e eu não consegui entender logo?”. Acho que deve-se muito também pela forma como foi transmitido por você, bem mais claro. Parabéns pelo blog e continue fazendo esse trabalho ótimo ajudando os amantes da língua inglesa a conhecer mais sobre ela em todos os aspectos! :)

    Abraços.

  • Jeferson says:

    Obrigado pelo ótimo artigo, Ana! Sua didática sempre me fascina.

  • Another thing I think Portuguese speakers do a lot is kinda of like forcing the “mute” consonants, such as in the words WANT or ABOUT, we tend to say it WANTI and ABOUTI.
    Great post, as always!

  • MARIA DENISE says:

    THANKS BY INFORMATIONS.VERY GOOD

  • Marcelo says:

    Muito bom este post. A pronúncia é uma das coisas mais difíceis no aprendizado de uma língua estrangeira; isto porque trazemos nossas próprias características da língua materna e acabamos por fazer o mesmo com a outra língua. Este tipo de post colabora, e muito, para o bom aprendizado da língua inglesa.
    Obrigado.

    • Ana Luiza says:

      Verdade, Marcelo. Mas é importante também não dar MAIS importância à pronuncia do que ela tem, entende? (e não estou dizendo q você faça isso). Um bom objetivo inicial é “que as pessoas me compreendam bem”, o que não requer pronúncia igualzinha à nativa, necessariamente. (aliás, um pouco de sotaque geralmente é considerado charming)

      • Osvaldo says:

        É… eu concordo.
        Mas sabe, até hoje tenho uma dúvida a este respeito: Se eu não falar “igual” a eles, também terei dificuldade para ouvi-los? Eu particularmente acho que sim, pois também fixamos nosso aprendizado com nossa própria pronúncia. Daí que falamos igual a eles (ou parecido rs) quando também estamos os ouvindo.

        Congratulations Ana! Your site is great and it always has interesting tips for us! Inglesonline forever! rs Continue assim porque a sociedade precisa de coisas assim: úteis e agradáveis.

  • Marcelo says:

    Olá Ana,
    Eu considero a pronúncia um fator importante a ser considerada e estudada quando se chega ao nível intermediário pelo menos, para depois não se tornar um vício de linguagem e/ou dificil de reaprender após o nível avançado. Como exemplo, eu tinha o habito de pronunciar erroneamente “Afford”, “Circuit” e entre outras, foi muito difícil eu ter que condicionar a minha mente a pronunciar de outra forma. Eu ainda derrapo em algumas palavras e preciso melhorar muito quanto a isso.
    Interessante que o Inglês também possui as mesmas 5 vogais: A,E,I,O,U
    Entretanto, os sons dessas vogais variam entre 15 a 20, depending on the region/accent.
    Por isso, como você informou acima, a nossa dificuldade de produzir tais sons, não é fácil, mas nem por isso impossível :)
    As usual, nice post!

  • >