Você tem 10 minutos pra entender como se usa AT ALL em inglês?

By Ana Luiza | Lições de Inglês

Apr 16
Você tem 10 minutos pra entender como se usa AT ALL em inglês
Print Friendly, PDF & Email

Que bom. Nesses dez minutos eu vou te mostrar, com exemplos, o que significa e exatamente como usar essa expressãozinha do inglês que nem sempre tem uma tradução exata na língua portuguesa.

Como você vai ouvir ou ler AT ALL toda hora em filmes, séries, livros, etc. eu incluí aqui as duas principais maneiras de usá-la. Na verdade, acho que se  eu perguntasse a um americano ele me diria que é a mesma expressão e o significado é só um, qualquer que seja o uso. Mas para nós, falantes de português, fica mais fácil dividir em dois. Por que? Porque cada um será traduzido de um jeito.

Veja só:

Jeito 1: você tem algum interesse que seja nesse assunto? Qualquer interessezinho… Ou nada?

inglês: at allEsse jeito de usar AT ALL aparece em perguntas. Veja só: imagine que você entrou numa agência de viagem e começou a perguntar sobre os pacotes de viagem de submarino. O agente começa a te explicar, todo animado… Mas você é do tipo indeciso. Imagina, tomar uma decisão dessas ali na hora… O agente, que quer logo fechar a venda, fica tentando arrancar uma decisão sua, mas daí você vê uma propaganda de viagem ao Chile e começa a perguntar sobre o Chile.

O agente, que ainda tem esperança de fechar a viagem de submarino com você, está com uma pilha de material pra te mostrar. Só que o colega dele diz que está precisando do material, pois chegou outra pessoa que quer viajar de submarino. O seu agente ainda acredita que consegue fechar com você, e segura o material por mais dez minutos.

Só que a pressão aumenta. Agora são dois colegas dele que estão pedindo pra usar os materiais. Você, a essa altura, está olhando a brochura de Águas de Lindoia e até esqueceu do submarino. Nesse momento, seu agente pergunta:

Ma’am (Senhora/Senhorita), are you AT ALL interested in going on a submarine cruise?

O que ele está querendo saber é se você tem algum interesse, qualquer que seja, ainda, na tal viagem de submarino. Nesse momento, ele está em dúvida: não está parecendo que você tem, mas quem sabe ainda reste algum interesse. Antes de ele abrir mão do precioso material do submarino e passá-lo aos seus colegas agentes, ele quer se certificar, e por isso pergunta Are you AT ALL interested in going on a submarine cruise? Tem algum interesse aí? Ao que você responde I may be interested but I’ll think about it over the weekend and come back next week. Em outras palavras, sim, você está interessada mas vai pensar. Pode liberar o material…

Quando alguém pergunta a você Are you at all interested in (something)?, é algo parecido com quem te pergunta em português “Você se interessa por (tal coisa)?” com aquele tom de quem duvida que você se interesse, com o nariz meio franzido – sabe como é? Essa é uma maneira muito, muito comum de usar AT ALL. Imagine agora uma pessoa que você conhece falando nesse tom e franzindo o nariz do jeito que eu descrevi, te perguntando isso:

  • Are you interested at all in theatre? (ela nunca soube que você gostasse de teatro e estranhou quando você disse que estava indo)
  • Are you at all interested in this? (ela trouxe uma revista pra te mostrar, mas teve a sensação de que você não se interessou e quer confirmar)
  • Are you interested in Jim at all? (o Jim gosta de você mas você não está nem aí… A pessoa quer confirmar se existe algum interessezinho que ela não saiba)
  • Are you at all interested in that book? (a mãe da sua amiga quer porque quer te emprestar um livro que a sua amiga acha que não é bem a sua praia)

Tem um mínimo de interesse da sua parte? Tem algum interessezinho aí, por mais minúsculo que seja? Tem qualquer coisa sobre esse tema que desperte um vago interesse em você? Are you AT ALL interested…?

Uma vez eu perguntei em um fórum online onde encontrar uma determinada informação. Uma das pessoas me respondeu assim: Are there any public libraries AT ALL in your neighborhoodYou can find more about this by visiting any public library.

Tem alguma biblioteca pública na área em que você mora? Umazinha, qualquer uma – pode ser uma bem simples, de bairro, ou uma maior, estadual, não importa – qualquer uma serve. Are there any public libraries at all where you live?

Outro exemplo muito comum: Do you know anything at all about this? Você sabe alguma coisa sobre isso? Qualquer coisa? Você já ouviu falar disso, tem alguma informaçãozinha? Do you know anything at all about this?

 

Jeito 2: Eu não fiz absolutamente nada, eu não tenho absolutamente nenhum interesse nisso

Esse é o AT ALL que é usado com verbos na negativa – e é bem fácil traduzir a ideia dele para o nosso português.

Veja:

I didn’t find anything at all at the market. Não encontrei absolutamente nada no mercado. (nada, nadinha)

I don’t like her at all. Eu não gosto nem um pouco dela. (é quase como “eu a detesto”. Não tem absolutamente nada que eu goste nela)

I’m not interested at all in a submarine cruise. Eu tenho zero interesse em uma viagem de submarino.

I haven’t seen anything at all I would want to buy. Não vi absolutamente nada, zero, que eu quisesse comprar.

 

Veja que se a gente retirar o AT ALL dos exemplos acima…

I didn’t find anything at the market / I don’t like her / I’m not interested in a submarine cruise / I haven’t seen anything I would like to buy

… todos eles ficam bem menos enfáticos. Tem uma boa diferença entre “I don’t like her” e “I don’t like her at all.”

Por exemplo, se você disser a alguém “I didn’t find anything at the market” (sem o AT ALL), a pessoa pode te perguntar “At all? You didn’t find anything at all…?” Você não encontrou nada, nadinha mesmo? Nem uma coisinha?

 

Tem algum exemplo? Comece com o mais fácil – algo que você absolutamente não conhece, não gosta, etc. Aguardo!

Follow

About the Author

Ana Luiza criou um blog de dicas de inglês em 2006, e depois de muito pesquisar o que faz alguém ganhar fluência numa segunda língua, criou seu primeiro curso de inglês em 2009.

  • Tifany Gome says:

    Very good!

  • Nossa que legal o seu site, parabéns tá?

    Ana Luiza eu percebo que você tem amor pelo que você faz,
    você responde cada comentário com uma atenção enorme!

    Parabén, não são muitos os que tem atenção com os leitores como você!

  • jonata fontela says:

    Hey Ana…. I can’t eat pasta AT ALL!! .. I don’t know why..I just can’t eat it.. hehe

  • Bruna Mendes says:

    Oi Ana. Gostei bastante desta dica, mas fiquei com dúvidas em como usar o AT ALL em uma frase, em que momento usar? Depois do sujeito, verbo? Fim da frase?

    • Ana Luiza says:

      Bruna,
      Dê uma analisada nos exemplos que eu coloquei na dica, quanto à posição do AT ALL.
      Eu tentei representar os casos mais comuns de colocação.
      Certamente, se alguém tentar resumir os casos mais comuns, consegue mais ou menos criar um conjunto de regras. Mas o uso correto mesmo, na conversa, vem quando vc já ouviu o suficiente para aquilo se tornar instintivo. Recomendo q vc use a busca do Google ou Twitter para encontrar muitos outros exemplos de AT ALL e ir se acostumando.

      • Reginaldo says:

        Olá Ana, compreendo bem o segundo uso! O primeiro não sabia. Mas eu me deparo também com o uso do at all em condicionais. “If the gospels are historical at all” Aqui tem sentido negativo tambem? Acho estranho! Nesse caso nao soube como entender em que sentido ele está sendo empregado aí!

        Obg

        • Ana Luiza says:

          Oi Reginaldo,
          Tem mais a ver com o primeiro sentido. É um pouco difícil de traduzir, mas seria algo como “se os gospels tiverem algum sentido histórico” ou “se os gospels tiverem qualquer sentido histórico que seja”

  • Caroline Kotowiski says:

    I really liked this post. Great tip, Ana! Thanks a lot!

  • >