Como Falar Inglês, Lição 5: Fontes de áudio para o seu listening


Quando falamos de “nível de inglês”, é sempre aproximado. Aqui vão minhas sugestões de fontes de áudio para vários níveis diferentes de compreensão auditiva.

1. Eu sou iniciante e quero começar do zero

Áudio bom e apropriado para iniciantes de verdade é praticamente inexistente na Internet. Quando você encontra um site com curso para iniciantes (beginners) o site é quase sempre todo em inglês e 1) o áudio é de palavras isoladas (lista de vocabulário em formato de áudio) ou 2) já começa usando frases que iniciante tem dificuldade de entender.

Para você, nesse momento o que posso recomendar é um livro que acompanhe CD para iniciantes, desses usados por escolas de inglês. Livro pelo menos tem imagens (e texto, claro) e se você é do tipo que gosta de aprender sozinho, pode fazer progresso. Tente o Gateways 1 (inglês americano) ou o Face2Face Starter (inglês britânico).

Ou então, uma alternativa muito melhor é conhecer o Curso Básico para Iniciantes do Inglês Online. Esse curso funciona online e é para quem quer começar do zero. A base dele é áudio com explicações minhas que guiam você em todos os momentos, com guias em PDF, imagens, apresentações em vídeo, interatividade, exercícios e muitas oportunidades para você adquirir inglês a partir do zero de maneira bem prática. É um curso para auto-estudo, mas eu estou por lá todo dia para tirar qualquer dúvida que apareça na seção de comentários de cada lição (ah, e você pode baixar todo o áudio e os guias, e três meses de acesso custam menos do que um livro + CD smile

 

2. Eu entendo o bem básico, se for devagar: um pouco do presente – rotina, hábitos, um pouquinho de passado e futuro, mas ainda não me expresso muito bem

Também não tem muita coisa aqui: há alguns poucos programas de podcasts denominados “Elementary” que estão mais para quem tem compreensão intermediária. O que eu mais recomendo para básico mesmo é o Basic Conversations. Tem 10 episódios com diálogos e transcrição. Velocidade um pouco mais lenta que o discurso normal, e você pode baixar todo o áudio em mp3. Fora isso, aproveite o CD do seu livro de inglês – se quiser uma sugestão, tente Gateways 1 e 2, ou o Face2Face Elementary.

 

3. Eu entendo um básico “avançado” / pré-intermediário

Para quem já entende muito bem o áudio bem básico, já consegue se expressar OK para falar sobre si mesmo, ações simples no presente, passado e no futuro, e quer avançar um pouco.

The Flatmates (UK): Esse é um programa da BBC inglesa (portanto, inglês britânico) que tem alguns pontos bem positivos: os episódios são capítulos de uma novelinha sobre estudantes dividindo um apartamento, são bem curtos, e recentemente a BBC começou a adicionar animações para acompanhar cada episódio (veja as que já estão no YouTube).
E é claro, o texto de cada um está no site. Recomendo que você comece do primeiro (está lá embaixo da página). Você pode, por exemplo, ver e ouvir as animações algumas vezes e então colocar uns 5 episódios de uma vez no player ou no computador e ouvir mais vezes. Eles são super curtos, então não cansam.

High Beginner, elllo.org (vários lugares): Para quem quer um pouco mais de desafio. O elllo.org é um ótimo site para áudio intermediário e acima. Essa página para high beginners (básico avançado) tem diálogos que não são tão simples assim para quem tem compreensão básica. Dentre os 20 episódios disponíveis, tente estes: Country Boy, Let’s talk about colors, Pizza!, What is red, blue, gray?, Sisters, My City!, Fishing, Sports, Canada’s got game, What is big, what is small?, It’s a big house. O vocabulário é variado, os diálogos podem ser baixados em mp3 e acompanham texto, mas não há preocupação em falar lentamente (depende de quem está falando).

 

4. Eu já estudo inglês há XYZ anos, até entendo inglês em geral quando acompanho a transcrição do que está sendo dito e/ou quando é mais lento (para quem  passou um pouco do pré-intermediário, até quase intermediário avançado)

Esse é o maior grupo. Com a transcrição na mão, você consegue entender razoavelmente bem até um news report da CNN, mas sem o texto sua compreensão cai bastante. Esse também é o grupo que escorrega com mais facilidade, no sentido de querer às vezes abraçar o mundo com as pernas.

Como o universo do que você compreende já se ampliou bastante, você atira pra todos os lados: entrevista, podcast, noticiário, etc. Talvez seja difícil para você manter um determinado programa de áudio na rotina, afinal tem TANTA coisa interessante na Internet! Eu sei. Isso em si não faz mal, mas quando você não tem muito foco e depende da transcrição para ter uma boa compreensão, o seu aproveitamento do listening cai bastante.

Por quê? Porque ler na tela é ruim, e dá trabalho ficar imprimindo as transcrições de tudo que você ouve todo dia. Pode continuar ouvindo de tudo, é claro, mas como eu disse na Lição 4, você tem muito a ganhar tornando-se um ouvinte fiel de um determinado programa que não te dê muito trabalho e que você compreenda bem. A melhor maneira de implementar uma rotina eficaz de listening é minimizando o esforço envolvido.

Aqui vão minhas recomendações, mais ou menos em ordem de dificuldade:

ESL Conversations, Intermediate (USA): apenas 8 episódios curtos, e por isso legal para começar. Dá pra baixar o mp3 e ver o texto.

The Teacher John Show (USA): o John é um americano animado e simpático, que mora no Japão e produz a série. A grande vantagem é que ele fala meio devagar e faz pausas, não pega muito pesado no vocabulário e comenta vários
assuntos. Minha sugestão é você baixar primeiro os episódios que acompanham transcrição (nem todos tem).

Culips (Canada): podcasts feitos por um grupo de professores, em inglês não muito rápido. O guia PDF que acompanha é bem-feito, e o foco é em expressões e gírias.

VOA News Special English (USA): pessoalmente, é um dos meus preferidos para usar com alunos por várias razões: assuntos variados, discurso a 2/3 da velocidade normal (mais lento, mas não tanto que fique estranho), episódios construídos ao redor de um vocabulário base de 1500 palavras (veja o WordBook no site) e com sentenças um pouco mais curtas e simples do que uma notícia da CNN, por exemplo. Isso significa que se você se acostumar a ouvir o VOA
Special English com frequência, vai ouvir as palavras mais frequentes do inglês em contexto, muitas e muitas vezes – adivinha no que isso vai dar? Tem alguns episódios de 4 minutos, mas a maioria é em torno de 15 minutos.

Listen a Minute (UK): feito por Sean Banville, ele fala sobre diversos assuntos em episódios que duram um minuto. A velocidade da fala é média, mas ele toma cuidado para não complicar muito o vocabulário. Transcrição disponível no site.

ESLPod (USA): esse talvez seja o mais popular de todos os programas de podcast de inglês na Internet. O Dr. Jeff McQuillan e a Dra. Lucy Tse criam diálogos em torno de situações corriqueiras como ir ao dentista e chamar o encanador. Eles mantem um inglês não muito complexo e a fala do Dr. McQuillan é um pouco mais lenta que o discurso normal. Outra vantagem é que ele explica quase todo o vocabulário usado no diálogo, o que proporciona maior exposição para você. O site é muito bem indexado e você pode buscar episódios por palavra-chave de assuntos que
te interessam mais (minha preferência pessoal é a categoria English Cafe, em que o Dr. McQuillan fala sobre a cultura americana). A transcrição dos diálogos está disponível no site, mas a das explicações não. Por $10 por mês, você tem acesso a tudo. Vale a pena.

Breaking News English (UK): no mesmo estilo do VOA, só que com inglês britânico e um pouquinho de nada mais rápido. Os episódios são curtos, em torno de 2 minutos.

Listen to English (UK): um podcast bem didático e com assuntos interessantes. O autor tem um maravilhoso sotaque britânico (daqueles de filme) e usa fala mais lenta que o normal. Em geral, ele explica um termo no início, dá vários exemplos e depois conta uma estória.

“Elementary” Podcasts do British Council (UK): Não se deixe enganar pelo nome! O programa é feito por gente conversando em velocidade bem próxima à normal. O que torna essa série de podcasts boa para intermediário é que cada episódio segue a mesma estrutura de tópicos, e os assuntos são relativamente simples. O programa é super bem feito e tem atualmente 10 episódios que acompanham transcrição, uma série de materiais extras e muitas explicações lá no site.

Podcast Inglês Online (US): áudios em torno de 5 minutos, onde eu geralmente falo sobre expressões coloquiais do inglês.

ELLLO (vários lugares): Esse é uma excelente fonte de áudio, no sentido de que tem uma quantidade incrível de conversas sobre os mais variados assuntos e com gente do mundo todo. Os áudios sempre acompanham transcrições e outros materiais, e os mais recentes tem também explicações adicionais em áudio sobre vocabulário. Ou seja, muito legal. O negócio aqui é que não há a preocupação de falar lento: a maioria das conversas é livre e levada na velocidade natural dos “conversantes”. Tem gente que fala mais devagar, e tem gente que fala rápido. Por isso, dê uma testada: se você compreender bem, esse é um site que vale a pena.

 

Vá para a próxima lição desta série

Ou para as anteriores:

Lição 0

Lição 1

Lição 2

Lição 3

Lição 4

Facebook
Inglesonline on Facebook
Twitter Tweets by @inglesonline
iTunes
RSS

Receba as dicas do Inglês Online em seu email…

…e ganhe o PDF 24 Dicas e Atividades do Inglês Online!