Como Falar Inglês, Lição 1: Aprender sobre inglês não leva você a falar naturalmente


Eu tenho um aluno que está comigo já faz tempo, mas no começo a minha aula com ele era assim: eu explicava a gramática, passava exercício, a gente ouvia os diálogos do CD umas vezes, e logo em seguida dava uma praticada. A tarefa de casa era fazer os exercícios do livro, e só. Na aula seguinte, unidade nova. Ele até progredia, mas a fala dele era quebrada e hesitante.

Uma dia a gente mudou o rumo das aulas. Eu comecei a usar mais o áudio do CD na aula e diminuí o tempo com gramática. A tarefa de casa agora era ouvir o áudio mais vezes.

Depois de um tempo, ele próprio percebeu que as palavras estavam saindo da sua boca sem precisar ficar pensando. Ele tomou gosto pela coisa e começou a ouvir podcasts fora da aula. Hoje, ele fala coisas toda hora que eu sei que não aprendeu na aula – e fala corretamente.

O que tem acontecido com ele se chama aquisição.

AQUISIÇÃO X APRENDER

Aquisição é um processo natural, inconsciente e não tem como evitar: você ouve algo que compreende, e BOOM! Você adquiriu um pouquinho da língua. Ouça o suficiente e daqui a pouco aquilo sai da sua boca na hora que você quer expressar a ideia correspondente.

aquisição da língua

É como quando seu amigo usa uma gíria nova que você nunca tinha ouvido antes. Sabe como é? Você ouve ele usando a gíria umas vezes, “pega” o significado, e quando se dá conta já está usando. “Aquisição” aconteceu novamente: você acabou de adquirir um pouquinho mais de português.

Você já é fluente em um idioma, e as pessoas que te criaram são os melhores professores de línguas que você já teve. Sua mãe não discutia filosofia ou narrava o noticiário pra você. Ela se comunicava com frases simples como “Dá” (ao mesmo tempo em que pegava o que queria que você desse) e “Vem cá” (enquanto trazia você para junto dela). Você logo passou a associar áudio com significado. Sem gramática, sem memorizar e sem livro, depois de algum tempo você se tornou fluente.

Agora, aprender língua é bem diferente de aquisição. Aprender é um processo consciente onde você estuda as regras, as formas das estruturas e os símbolos fonéticos. Na verdade, você aprende sobre a língua. Não vai demorar muito para você saber mais sobre inglês que americano!

Para ser sincera, eu não acho que gramática e outros materiais auxiliares sejam o filhote de cruz-credo com deus-me-livre. smile  Eles podem ser usados como referência e para esclarecer. Mas eu não preciso te dizer quais são os resultados do modelo tradicional de ensino que se apoia fortemente em gramática. Centenas de pessoas testemunharam que na hora de falar, não funciona na pesquisa que eu conduzi com os leitores do Inglês Online.

Você aprende tudo no papel, estuda o livro até as páginas ficarem cheias de orelha e quando você abre a boca, no meio de uma conversa em inglês, aquilo não sai. Numa conversa ao vivo e em tempo real, é simplesmente complicado demais ficar na dependência da memória e tentar lembrar da regra e das palavras certas.

E O QUE EU FAÇO, ENTÃO, PRA TER ESSA AQUISIÇÃO?

Você cria um ambiente super propício para sua aquisição. Você ouve, ouve, ouve inglês (e lê também, mas leitura não substitui áudio).

Mas se você quer turbinar sua aquisição, não perca tempo com qualquer inglês. “Qualquer inglês é inglês”, verdade. Só que você tem muito mais a ganhar focando em áudio compreensível, e a próxima lição explica porque isso é tão importante e como selecionar o áudio mais eficaz para você.

Aproveite e pense nisso:

  • Como você avalia seu nível de compreensão do inglês falado?
  • Se você já faz listening, que material você usa e quantos % dele você compreende?
  • Agora, responda essa: como você avalia a sua expressão verbal – a sua fala?

Percebeu como a compreensão está acima da fala?

 

Vá para a próxima lição desta série

Ou para a anterior:

Lição 0 (e se você é iniciante, não deixe também de conhecer o Curso Inglês Online para Iniciantes)

DEPOIMENTOS

Oi Ana
Eu estou colocando as dicas em pratica e realmente percebo que estou evoluindo em alguns aspectos. Comecei a estudar Ingles tarde, 45 anos, e tenho muita dificuldade em progredir, mas suas dicas estão sendo úteis, realmente funciona, portanto te agradeço muito, ok
sds  – Djalma Rossim

Olá Ana.  Estou seguindo suas dicas, procuro ouvir bastante. Estou tentando aprender Inglês à muito tempo, porém quando ouço um nativo de lingua Inglesa, fico como um burro olhando para um castelo. Desde que decidí começar do zero e ouvir mais, me surpreendo quando me dirijo a meus filhos em Inglês com um pouco mais de desenvoltura. Sei que é muito cedo para manter uma conversa, mas já notei que é muito importante OUVIR, pois é assim que as criânças aprendem a falar.  — Sergio Nunes Martins

Eu tenho um curso de Ingles em CD. São exatamente 12 CD’s. Tem muito “Listening” neles. Quando estudava-os dava mais atenção para Vocabulários e Gramáticas. Com as suas dicas, voltei no primeiro CD e comecei a praticar no minimo 70% de listening. Estou sentindo uma melhora considerável no meu ingles. E ja aproveitei tambem e baixei algumas dicas que voce passou.
Thanks  — Giuliano Batista

Ana Luiza, voce nasceu para isso. Meus parabéns! Sou dentista tenho 49 anos leio bem em ingles e só. Já viajei várias vezes ao exterior e tenho muita dificuldade de me comunicar (apesar de ter começado e parado inúmeros “cursos de ingles”). Adorei suas dicas em “Como falar inglês: As dicas essenciais” era tudo que eu precisava ouvir, voce foi clara, precisa e objetiva. Parabéns!!  – Luiz Geolás Carvalho Neto

Olá!
Meu nome é Cristiano e passei pra poder postar a minha opinião sobre o site e seu conteúdo após ler as “dicas essenciais de como ter progresso na fluência”.
Queria dizer que achei MUITO BOM! O que está escrito é exatamente o que eu sinto e acontece. Tenho certeza que essa é a realidade de muitas pessoas, que assim como eu querem aprender e ter fluência em inglês mas têm dificuldade para alcançar esse objetivo.
Só gostaria de parabenizar à pessoa responsável pela idéia de criação e exposição dessas informações tão importantes e valiosas a todos nós! (Gostei muito da forma simples e clara com que tudo foi escrito) Um forte abraço  — Cristiano Penna

Olá,
Eu só gostaria de agradecer pelos podcasts pois tem me ajudado muito, e eu não imaginava que o Listening tinha uma importância tão grande.  — Cristian

Bom dia Ana,
Eu li todas as dicas “de cabo a rabo” antes de enviar o primeiro e-mail a você. Comecei ontem mesmo a fazer o listening, com o primeiro áudio (Basic Conversations – Introductions).
Escutei ontem, durante meu trabalho, o dia inteiro. Gostei do resultado, até consegui memorizar, mas de forma muito natural e falar corretamente todas as falas, entendendo o que eu estou dizendo.
Obrigada pelas dicas e vou dar continuidade no listening. Irei acompanhar o site regularmente, é muitoooooo bom.
Abraço  — Andréa Farias

Facebook
Inglesonline on Facebook
Twitter Tweets by @inglesonline
iTunes
RSS

Receba as dicas do Inglês Online em seu email…

…e ganhe o PDF 24 Dicas e Atividades do Inglês Online!