Idiom do inglês: barge in – Inglês Online

Idiom do inglês: barge in

By Ana Luiza | Lições de Inglês

Sep 11
Idiom do inglês barge in

Hi, everyone

Hoje tem uma dica rápida sobre um idiom bem comum do inglês, e que tem um sentido bem específico: barge in.

Conhece? Já ouviu e não entendeu? Aqui vai: a expressão barge in é usada para falar sobre aquela pessoa que abre a porta ou vai entrando sem pedir licença em um lugar onde se esperaria um pouco mais de cerimônia.

Exemplos: você está em seu quarto conversando com uma amiga e seu irmão abre a porta e vai perguntando que horas vocês vão sair. Ou você está numa reunião de trabalho com um funcionário e um gerente entra e já vai dizendo que precisa usar o seu computador. Ou então você é uma modelo famosa e durante uma sessão de fotos seu namorado chega no estúdio de surpresa, vai entrando e diz que quer falar com você.

Em todas as situações acima, poderíamos usar barge in, e em todas elas a expressão comunica uma coisa assim rude, bem indelicada. Veja abaixo os exemplos que eu dei, agora em inglês, seguidos de alguns comentários:

  • Melissa and I were talking in my room and Ted barged in without knocking and yelled that he wanted to know what time we were leaving! [Veja que aí ainda teve a ênfase do without knocking. A pessoa que barges in não vai bater na porta antes mesmo]
  • Pete and I were in Conference Room B having a private conversation about his performance when Morrison barges right in demanding to use my computer. [Viu que eu usei o presente na segunda parte da sentença — barges right in? O presente simples é muito usado para narrar uma sequência de fatos no passado, como se fossem cenas de um filme. Seria aceitável eu dizer a primeira parte também no presente. O right ali no meio do barges (right) in é uma forma de enfatizar – por exemplo, em vez de dizer I’m here, as pessoas dizem muitas vezes I’m right here (Estou bem aqui) para dar ênfase. O demanding segue a mesma linha do barges right in, dizendo que o Morrison não pediu para usar o computador; ele exigiu o computador. O exemplo todo descreve um comportamento rude do Morrison.]
  •  We were in the middle of a shoot when Jonathan barged in and said we needed to talk. [Aqui é o exemplo onde o namorado (Jonathan) entrou e interrompeu a sessão de fotos dizendo que precisava falar com a namorada]

 

Barge in também é usado quando alguma autoridade chega e age de surpresa em algum lugar. Este é um exemplo que encontrei no site 911-truth.net :

(…) the Thai police and the American DEA agents from the US local Embassy barged in and arrested everyone.

É claro que a polícia não pediu licença nem avisou pelo interfone que estava chegando, mas nesse caso o motivo era mesmo pegar todos de surpresa. O site Linguee.com mostra a tradução “irrompeu” para este caso.

E mais um exemplo real meu: vi no Facebook uma conversa entre um amigo e uma pessoa que eu não conheço. Achei o que essa pessoa disse tão engraçado que entrei na conversa sem pedir nenhuma licença. A pessoa me respondeu e eu disse “Sorry I barged into the conversation, but your comment was really funny, etc.” Ou seja, “Desculpe por eu ter invadido a conversa, etc”.

Dica de pronúncia: Não deixe de ver as dicas de pronúncia de verbos regulares no passado (que é o caso de BARGE: BARGED)

E você? Qual seu exemplo?

  • Pamela says:

    I love your explanation :)

    As Carol Oliveira said, I used to bargain into conversation that interest me, suddently. I’m so talkative and can’t afford to lose this kind of opportunity, hahaha.

    Kisses!

  • Sincerely, I’m a little used to barging in into conversations of the others. For example, when my friends are talking next to me and what they’re saying interests me, I suddenly starts talking too. Even though it’s not so polite sometimes hahaha!
    My sister sometimes barges into my room and demands using the computer. I hate when she does that.
    As always, I loved the idiom, Ana!

    By the way, I would like to ask you to do a post or a podcast explaining the use of the Present Perfect. I learnt at school that we should use it when “the action is finished, but the time is not finished”, but it’s still difficult to me.
    For example: “I broke my leg when I was running this morning” sounds better than “I’ve broken my leg this morning”. It doesn’t sound right to classify “this morning” as a time which has not finished yet. I’m sure a lot of students has this doubt, too.

    See you!

    • Ana Luiza says:

      hi Carol,
      That’s is a great example that uses a very common situation most people can relate to: a sibling (brother or sister) barging into the room… a true classic!

      Thanks for your suggestion. Noted!

  • >