Vídeo para quem faz escola de inglês há anos e está sentindo que não sai do lugar – Inglês Online

Vídeo para quem faz escola de inglês há anos e está sentindo que não sai do lugar

By Ana Luiza | Aprenda a Aprender

May 07
Vídeo para quem faz escola de inglês há anos e está sentindo que não sai do lugar

Oi! Aqui é a Ana. Como o título desta dica já diz, hoje eu comento um assunto comuníssimo nos emails que recebo de leitores: aquele momento em que você para e se pergunta porque ainda não fala inglês, se está no curso de inglês já há anos.

Não perca o vídeo, assine o canal no YouTube e por favor envie para quem pode se beneficiar dele:

(Você pode também clicar aqui para assistir o vídeo no site)

Transcrição do vídeo

Oi, pessoal. Eu sou a Ana Luíza do site inglesonline.com.br e eu estou aqui para falar mais uma vez de um e-mail que eu recebi de uma leitora do site, que depois se tornou aluna. E é uma mensagem que eu tenho certeza que muita gente vai se identificar. Eu vou ler a mensagem dela e daí eu vou fazer alguns comentários:

“Apesar de eu estar no nível intermediário da “Escola Famosa”, eu não me sinto segura quando eu tenho que me expressar em inglês com as pessoas. Nos testes, eu me saio bem, pois sei a matéria da prova, assim, me dedico e passo. Quando chega algum convidado na minha empresa e pede, por exemplo, uma direção ou outra coisa, eu perco muito tempo traduzindo do português para o inglês. Eu sei que aos 58 anos é muito difícil ter fluência na língua inglesa.”.

Bom, o assunto hoje é: pessoas que estão fazendo escola de inglês há anos e de repente elas começam a se perguntar: “Mas o que eu estou fazendo aqui?”, “Por que eu não falo inglês ainda?”. Gente, é comum demais essa sensação entre quem faz escola de inglês. Então, deixa eu resumir alguns pontos desse mundo do aprendizado de inglês. Para começar, não existe um controle formal de resultados de escolas de inglês. Não é um setor regulamentado. O que decide se uma escola de inglês vai continuar no mercado é se tem aluno suficiente se matriculando.

Algumas escolas conseguem criar um bom nome para si próprias ficarem famosas, é o caso da escola dessa pessoa que me escreveu, mas isso não necessariamente significa que essa escola produza alunos que consigam falar bem inglês, que é também o caso dessa mesma escola que a aluna me escreveu. Gente, muita gente me escreve por sinal, dessa escola, falando que tem o mesmo problema. Mas tem muitas escolas no Brasil que se encaixam nessa categoria.

Outra coisa que a gente sabe é que bem pouca gente no Brasil fala inglês bem. O processo real, de como a aquisição de uma língua acontece e como um aluno pode reproduzir esse processo em casa, de maneira eficiente, isso praticamente não é ensinado em escolas e cursos. Tem algumas exceções, mas eu estou falando de maneira geral.

Ou seja, os alunos chegam na escola de inglês sem ter ideia do que fazer para absorver aquele idioma, para ter a aquisição do idioma. Então, eles sentam lá e fazem o que falam para eles fazerem: ouvem a explicação, leem a gramática, fazem exercícios, ouvem o diálogo, praticam o diálogo duas vezes e pronto. Quem quer ser um bom aluno na escola de inglês, que é o caso dessa moça que me escreveu, estuda, estuda e passa na prova. Ir bem na prova significa conseguir falar inglês com desenvoltura? Eu vou deixar essa questão para você responder.

Pra muita gente o objetivo final da maioria das pessoas que é conseguir se comunicar, conseguir compreender e responder, conseguir falar, para muita gente, esse objetivo se perde completamente. O objetivo final passa a ser o quê? Passar na prova, passar de ano na escola de inglês. Dependendo da escola de inglês que você tiver, se for uma escola que está interessada principalmente em aumentar o faturamento e não tanto nos resultados dos alunos, acaba que, muitas vezes, o objetivo do aluno acaba sendo parecido com o objetivo da escola: passar o aluno de ano.

O aluno quer passar de ano? A escola quer que o aluno passe de ano para continuar lá. E, depois de um certo tempo, o aluno percebe que ele já está nessa roda viva faz um tempo. Assim, é claro que a gente tenta encontrar razões para isso. Posso dizer que, de todos os e-mails que recebo, de todas as razões que as pessoas tentam encontrar para explicar isso, a mais frequente é: “Eu não levo jeito. A minha conclusão é que eu não levo jeito para o inglês.”. Mas tem várias. Tem também, muito comum, a pessoa passa dos 40 anos, é incrível: “Eu sei que é difícil na minha idade aprender inglês”. E por aí vai.

Bom, a minha mensagem hoje é para você que está há anos aí em escolas de inglês e talvez tenha se dado conta recentemente, ou esteja se dando conta agora, que você está nisso há anos e parece que não sai do lugar. Eu vou te sugerir que você, em primeiro lugar, defina e esclareça na sua cabeça qual é o seu objetivo estudando inglês? E não é: “Ah, é estudar, é aprender inglês”. Não! Pare agora um momento e pensa: Qual que é o seu objetivo fazendo inglês? Não precisa falar para ninguém. É para vocês.

Seu objetivo é só passar de ano na escola de inglês? Se for isso, é só você estudar, se você estudar bastante, você consegue. Você atinge esse objetivo. Ou o seu objetivo é chegar a falar, se comunicar? Agora, para e pensa no que você tem atingido frequentando essa escola que você frequenta há anos?

É esse o objetivo que você tem atingido? O que tem acontecido? Seja franco com você mesmo. É como eu falei, não precisa falar para ninguém. Se a resposta é sim, beleza, você tem atingido o seu objetivo? Ótimo. Se a resposta for não, a minha pergunta para você é: “Por que você continua nessa escola?”. É legal assim quando a gente é franco com nós mesmos e ter clareza do porquê da gente estar fazendo as coisas. Se você continua indo na escola de inglês porque ela é tipo uma atividade social para você, beleza.

Se você continua indo para essa escola sem atingir esse objetivo de fazer progresso na fluência, de conseguir se comunicar melhor, é bom ter essa clareza para você mesmo. “Ah, em alguns anos nesta escola, eu aprendi a falar “My name is”, “How are you” e tal. Mas eu continuo nela, porque eu adoro as pessoas lá e tudo bem pagar por isso.”. Então tá.

Para quem já percebeu que o curso que a pessoa frequenta não está levando a pessoa a atingir o objetivo de fazer progresso na comunicação, de fazer progresso na fluência, o que fazer? Bom, felizmente, hoje em dia, esse mundo de aprendizado de línguas está bem diferente de quando você começou a frequentar os cursos de línguas há anos atrás. Hoje em dia tem muito mais informação disponível, tem muito mais informação prática disponível, na verdade.

E tem muito mais coisa orientada com foco em resultados ou que te ajudam a ter mais objetividade no seu aprendizado de inglês. Bom, eu estou falando principalmente de recursos on-line. E, um desses recursos, que vai te ajudar com informações práticas do que fazer, focado em resultados, é o site inglesonline.com.br. Procurar lá as dicas “Como falar inglês”, que elas vão te mostrar de maneira bem prática o que você pode fazer para dar uma alavancada no inglês, elas vão te dar um empurrão na direção certa.

Elas são gratuitas, eu vou colocar o link aqui embaixo, e elas são um excelente ponto de partida. Assista também os outros vídeos aqui do canal, assine o canal para você não perder mais nada. Se você conhecer alguém que você ache que vai se beneficiar, por favor, manda o vídeo para a pessoa. E esse passo a passo dessas dicas de “Como falar inglês” são coisas simples de fazer.

Não é pílula mágica, você vai ter que fazer, você vai ter que tomar ação. Vai ter que fazer. Mas é simples, qualquer pessoa consegue. Então, eu espero que esse vídeo tenha ajudado a dar uma clareada, fazer você pensar melhor sobre os seus objetivos e te vejo no próximo.

Agora, corra no canal Inglês Online no YouTube e assista meus outros vídeos.

E clique aqui para acessar o link que eu mencionei no vídeo: Como Falar Inglês

Até a próxima!

>